Ácido Hialurônico – Para que serve, benefícios e contraindicações

Ácido hialurônico, provavelmente você já ouviu falar dessa substância que é muito conhecida como um método para combater o envelhecimento. É um componente presente em nosso corpo naturalmente, mais que conhecemos muito pouco. E, claro, existem produtos de beleza a base desta substância que prometem rejuvenescer. E você, sabe tudo sobre o ácido hialurônico? Saiba aqui!

Para que serve

O ácido hialurônico é um componente fundamental para a formação dos tecidos conjuntivos, sua principal propriedade é dar resistência e manutenção à pele.

Com o avanço da idade, a resistência de nossa pele acaba diminuindo e, consequentemente, ocasiona as rugas e imperfeições. Dentro do corpo, o ácido é encontrado no humor vítreo do olho, no líquido sinovial, na pele, na cartilagem, nos tendões, no cordão umbilical e nas paredes da aorta.

Estrutura química

Em termos químicos o ácido hialurónico é definido como um sulfureto não-glicosaminoglicano, desprovido de proteína do núcleo, cuja cadeia de polissacárido não é ramificada. É produzido por condensação de milhares de unidades de dissacárido compostas alternadamente por excedente de ácido glucurónico e N-acetilglucosamina. Por sua vez, estes ácidos são ligados uns aos outros, de uma maneira alternada, por β1 → 4 glicosídica Egami e β1 → 3, e ligações de hidrogénio intramoleculares, que são úteis para estabilizar a conformação.

Os grupos carboxila das unidades glicurônicas são ionizados, portanto, eles atribuem uma molécula de hialuronato de alta polaridade e, consequentemente, uma alta solvência em água. Graças a esta propriedade, o hialuronato pode agregar-se a muitas moléculas de água, dando aos tecidos um alto grau de hidratação. No mercado, podemos encontrá-lo na forma de hialuronato de sódio, ou seja, é convertido em forma salina, ajustando o valor do pH para torná-lo mais solúvel em água.

Em outras palavras, sua função: a molécula é composta de dois açúcares simples que ambos têm polaridade negativa, os dois componentes se repelem dando elasticidade à molécula solúvel em água. Isso dá elasticidade aos tecidos em que está presente, mantendo as articulações e cartilagens funcionando, bem como a estrutura, evitando sua falha.

Benefícios do ácido hialurônico

Os benefícios deste ácido são:

  • Mantém a pele hidratada, pois armazena a água e libera de acordo com as necessidades;
  • Ajuda a manter as articulações elásticas porque está presente no líquido sinovial dos tendões e nas cartilagens;
  • Regenera tecidos danificados, pode ser usado, por exemplo, em caso de corrosão das cartilagens (infiltrações em joelhos devido a artrose são os casos mais comuns);
  • Promove boa saúde cardíaca;
  • Ajuda a manter o sistema imunológico saudável e ativo;
  • Protege a pele contra o envelhecimento;
  • Estimula a produção de colágeno, permitindo que a pele permaneça elástica e macia, evitando assim as estrias;
  • Promove crescimento rápido e saudável dos cabelos;
  • É um ótimo cicatrizante de feridas complexas.

O uso do ácido hialurônico

O ácido hialurônico pode ser encontrado em forma de cremes tópicos, injeções e suplementos.

Na estética, é usado para preenchimento labial e redução de rugas, enquanto em cirurgias, é usado para combater a osteoartrite, para catarata, transplante de córnea, reparo de descolamento de retina e lesão ocular. 

O uso contra distúrbios articulares é talvez o mais conhecido, o ácido hialurônico na verdade torna as articulações adequadamente lubrificadas e resistentes, portanto mais flexíveis e móveis. A infiltração de ácido hialurônico não tem esquemas terapêuticos bem definidos, geralmente infiltrações de 20mg de ácido hialurônico são usadas a cada sete dias por cerca de cinco semanas que, podem ser repetidas cerca de duas vezes ao ano com a ajuda de um especialista de confiança.

Também é comum ser usado, em forma de creme, para curar feridas, queimaduras, úlceras na pele, melhorar a hidratação da derme e para reduzir as cicatrizes.

Podemos encontrar em cápsulas, como suplemento alimentar. O objetivo dessas fórmulas é neutralizar moléculas de oxigênio instáveis, ou radicais livres. Os comprimidos também são geralmente indicados com o avanço da idade para conter a erosão articular.

Finalmente, existem injeções de ácido hialurônico e devem ser realizadas por um especialista. Normalmente, em casos de cirurgia estética, o pedido mais frequente é corrigir ou melhorar a aparência da mucosa labial, devido à falta de volume, rugas, falta de hidratação e assimetrias.

Cuidados antes de usar o ácido hialurônico

Antes de se submeter a qualquer tratamento, consulte um médico ou dermatologista de confiança para se certificar se você pode fazer o uso do ácido.

Quanto os produtos de uso tópico, não há efeitos colaterais específicos. Claro que é necessário seguir corretamente as instruções de uso.

No campo cirúrgico, deve-se entrar em contato com profissionais sérios, tendo em mente, que as aplicações podem ocasionar hematomas e dormência da pele (no pós-operatório imediato) e problemas de longo prazo, tais como abcessos, nódulos e edema.

No caso de injeções de ácido hialurônico contra osteoartrite, as contraindicações são variáveis, podem causar edema ou dependendo do sujeito, dificuldades de mobilidade.

Contraindicações

Evite o uso de produtos à base de ácido hialurônico ou tratamentos cosméticos durante a gravidez ou nos primeiros meses de amamentação. Além disso, tratamentos baseados em ácido hialurônico não são indicados em casos de doenças autoimunes, infecções ou intolerâncias. Se ocorrerem problemas ou reações, converse com seu médico ou especialista.

 

Leave a Reply